Correio dos Campos

Segundo caso de Dengue em Piraí do Sul é diagnosticado em adolescente de 13 anos

12 de março de 2020 às 19:30

REDAÇÃO/Correio dos Campos – Uma adolescente de 13 anos, moradora do bairro Colina Santa Marcelina, foi diagnosticada com Dengue após realizar exames na última terça-feira, dia 10.

Segundo a equipe de saúde do município, a garota começou a apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, mialgia e lombalgia (dores pelo corpo e na coluna), e exantemas (erupções avermelhadas na pele), depois que viajou para Ourinhos, no interior paulista, entre os dias 25 de janeiro e primeiro de fevereiro.

Após identificar o caso “importado de Dengue”, quando a contaminação ocorre fora do município de domicílio do paciente, o Serviço de Epidemiologia da secretaria municipal de Saúde realizou um bloqueio num raio de 300 metros da residência da adolescente. Agentes de Combate às Endemias fizeram a remoção mecânica de possíveis criadouros do mosquito, além de orientarem os moradores sobre os cuidados com a doença.

De acordo com a secretaria de Saúde, outros 11 bairros do município foram visitados por agentes de Combate às Endemias e Comunitários de Saúde. A mobilização contou com duas etapas: na primeira delas, os agentes visitaram as residências um dia antes do dia da mobilização, orientando os moradores a juntarem lixo e materiais que estivessem ao ar livre e que pudessem acumular água; no dia seguinte, todos os materiais separados pela população foram recolhidos pelo caminhão da prefeitura.

Além disso, o Serviço de Vigilância em Saúde do município está realizando palestras sobre a Dengue em diversas Escolas Municipais e Estaduais, tanto da zona urbana quanto da área rural.

Segundo caso

O diagnóstico positivo de Dengue da adolescente foi o segundo caso registrado na cidade.

O primeiro deles foi confirmado no dia 22 de novembro do ano passado, quando uma jovem, moradora do bairro Victor Cioffi, contraiu a doença.

Ao contrário do caso atual, em que a garota importou a doença depois de passar pelo estado de Sao Paulo, naquela oportunidade verificou-se que a paciente foi contaminada de forma autóctone, ou seja, tendo contraído a doença em Piraí do Sul.

Sobre o estado de saúde da adolescente, a secretaria de Saúde informou que o caso já está sob controle e que ela passa bem.