Correio dos Campos

Servidores da Saúde recebem novos EPIs recomendados para o enfrentamento ao Covid-19

15 de Maio de 2020 às 15:53
(Divulgação/PMP)

IMPRENSA/Palmeira – Servidores municipais da área da saúde estão recebendo novos equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para o enfrentamento ao Covid-19, através da Secretaria Municipal de Saúde. Foram adquiridos uniformes do tipo pijamas cirúrgicos, além máscaras faciais totais, as quais serão utilizadas por quem possa ter contato direto com pacientes que possuem sintomas respiratórios e em procedimentos que podem gerar aerossóis.

Os 500 uniformes, compostos de calça e camiseta, serão distribuídos para cerca de 250 profissionais. Até o presente momento foram entregues para aproximadamente 150 profissionais, sendo que cada um está recebendo dois conjuntos. Um novo processo para aquisição de mais 100 conjuntos está em andamento.

Bruna Fernanda Venc dos Santos, chefe de Atenção Integral à Saúde, explica que “os uniformes do tipo pijama cirúrgico devem ser usados pelos profissionais durante o horário de trabalho, evitando exposição das roupas pessoais e evitando que os mesmos levem algum tipo de contaminação para as suas casas e demais ambientes que venham a frequentar”, contou.

Também foram distribuídas 50 máscaras faciais totais, conhecidas como face shields, semelhantes a viseiras, que são de uso individual, e constituem uma barreira física contra gotículas que possam ser exaladas por pacientes. Elas são indicadas para profissionais que tenham contato direto com pacientes que possuem sintomas respiratórios e em procedimentos que podem gerar aerossóis, como por exemplo, coleta de swab nasal e nebulização.

Proteção

Fabiani Bach Czelusniak, secretária de Saúde, destaca que o Município continua adquirindo equipamentos e produtos para a proteção dos profissionais e dos usuários do sistema de saúde. “Continuamos com a aquisição de máscaras descartáveis, máscaras N95-PFF2, luvas descartáveis, óculos de proteção e aventais descartáveis que já faziam parte dos EPIs utilizados nas rotinas das unidades. Também continuamos adquirindo álcool 70%, líquido e gel, e hipoclorito de sódio para utilizar na limpeza e desinfecção dos ambientes e superfícies das unidades de saúde”, revelou.

A secretária também falou sobre a preocupação com a segurança dos profissionais e pacientes. “Visto a grande escassez mundial desses EPIs e a alta taxa de profissionais da área de saúde que estão sendo infectados, a Secretaria Municipal de Saúde não está medindo esforços para aquisição dos equipamentos necessários para a segurança dos nossos profissionais e, consequentemente, a segurança dos pacientes para enfrentamento ao novo coronavírus”, disse Fabiani.